CONTEXTO

A Fundação FEAC acredita que decisões de investimento social baseadas em evidências geram melhores resultados e maior impacto social positivo. Dedicar esforços para obter dados e realizar análises objetivas dos múltiplos fatores relacionados à vulnerabilidade e o risco social ampliam o nosso entendimento sobre os desafios a serem superados e dão suporte ao processo de pensar soluções mais robustas.

 A vulnerabilidade e o risco social são problemas complexos e multifatoriais. Não é possível, portanto, estabelecer contornos bem definidos a estes problemas e muito menos mapear todos os seus aspectos e analisá-los em um esforço único. É um processo contínuo e incremental de estudos que geram informações e insights para a atuação da Fundação, mas que ao mesmo tempo nos levam a identificar outras análises necessárias. 


O PROJETO

O Projeto Diagnóstico Socioterritorial é uma das iniciativas contínuas do Núcleo de Inteligência da Fundação FEAC. Utiliza os aprendizados da atuação da Fundação em seus programas, bases de dados secundárias e coleta de dados primários para realizar análises que contribuem para a efetividade do investimento social que realizamos.

As análises realizadas pelo projeto nos permitem entender melhor o contexto social, seus principais aspectos e dinâmicas tanto no espaço (bairros, regiões) e quanto no tempo. Gera informações importantes para a tomada de decisão, permitindo adaptar nossas estratégias na medida em que o contexto social muda.

 Avaliamos que os dados compilados e organizados e as análises realizadas podem ser úteis para outras organizações que buscam entender e incidir sobre a vulnerabilidade e o risco social em Campinas. Com este intuito, disponibilizamos nesta página as análises realizadas e as bases de dados espaciais utilizadas nas mesmas.

Esperamos que este material contribua para a realização de estudos e análises a partir de outras perspectivas e novos olhares. As análises e bases de dados aqui disponibilizadas estão em permanente aprimoramento. Críticas, sugestões e comentários são sempre bem-vindos e devem ser enviados para diagnó[email protected]

 


PLATAFORMA INTERATIVA ONLINE DO
BANCO DE DADOS DA FUNDAÇÃO FEAC


ACESSE AQUI AS PUBLICAÇÕES REALIZADAS PELO PROJETO

Regiões da Assistência Social em Campinas

Disponibilizada a camada das 5 diferentes regiões segundo a política da Assistência Social no município de Campinas, Região Sul, Leste, Norte, Noroeste e Sudoeste. O arquivo original em. shapefile foi disponibilizado pela Prefeitura Municipal de Campinas (Secretaria da AS)

Fonte: Fundação FEAC e Política Nacional de Assistência Social de 2004. Realizado em 2018

Download SHP

Download KML

Áreas de vulnerabilidade Social

Camada das Áreas de Vulnerabilidade Social de Campinas, de acordo com os setores censitários do IBGE.

As áreas foram definidas através da metodologia elaborada pela Fundação Feac para identificar quais variáveis do Censo 2010 eram equivalentes conceituais com o que a PNAS define como uma pessoa vulnerável. Para entender mais, acesse o nosso relatório: https://www.feac.org.br/wp-content/uploads/2018/07/Diagn%C3%B3stico-Socioterritorial-13_07_18.pdf

Dentro de cada área vulnerável, é possível acessar o banco de dados com informações do censo com o total de pessoas com mais de 15 anos dentro do setor censitário. Essa camada de informação tem como fonte o IBGE e a própria Fundação FEAC.

Download SHP

Download KML

Abrangência do CRAS

Polígono da área de abrangência/atendimento dos CRAS de Campinas.

São um total de 12 polígonos delimitados, dentro de cada um dos polígonos é possível identificar o nome deles. Esse recorte foi definido pela Prefeitura Municipal de Campinas.

 

Download SHP

Download KML

Organizações da Sociedade Civil – Campinas

Camada de informação em pontos das Organizações da Sociedade Civil no Município de Campinas, dentro de casa ponto contém informações de: Nome, Região, Política, Proteção, Serviço e Metas. A fonte é da Prefeitura Municipal de Campinas.

 

Download SHP

Download KML

Essas camadas da informação sobrepostas proporciona ao leitor uma identificação robusta das áreas de Campinas, sendo possível 10 diferentes camadas de equipamentos públicos ou fenômenos geográficos que ocorrem no município, democratizando o acesso as informações públicas da cidade de uma forma lúdica, didática e simples a qualquer público, seja a sociedade civil, técnicos, trabalhadores e/ou usuários do Sistema Único da Assistência Social em Campinas.