Campinas contra a fome. DOE!Atualizado2021-12-21T15:20:46-03:00

O que foi o Mobiliza Campinas em 2020 e 2021

A insegurança alimentar na cidade de Campinas, escancarada pela pandemia no ano de 2020 e agravada em 2021, aumentou ainda mais o número de pessoas vivendo em situação de extrema pobreza no município.

Diante dessa situação e de tantas incertezas ao longo do ano, a campanha do Mobiliza Campinas não parou e, em sua segunda edição, alcançou 27.484 pessoas com os cartões alimentação que garantiram o acesso a um direito com autonomia para escolha dos itens alimentares adquiridos, contribuindo para reduzir o impacto da fome e da insegurança nutricional para estas famílias.  

A captação de recursos e a emissão de cartões alimentação se encerraram, mas o Mobiliza Campinas continua recebendo doações que serão aplicadas em projetos e novas companhas que combatam a insegurança alimentar.

Agradecemos a todos que acreditaram nesse trabalho e apoiaram com doações de alimentos, produtos e recursos financeiros. É possível acessar todas as informações mais detalhadas desta campanha no relatório final. E em 2022 o trabalho continua, vamos ajudar a alimentar Campinas!

CONHEÇA O RELATÓRIO AQUI

Como funcionou a campanha de arrecadação

Onde estivemos presentes

70 OSC parceiras compõem a rede Mobiliza Campinas
102 unidades distribuídas em 5 macrorregiões

Acesse abaixo a planilha com a quantidade de cartões distribuídos por cada integrante da Rede Mobiliza Campinas no ano de 2021

ACESSE A PLANILHA AQUI

Perfil das famílias atendidas

91%

dos cartões foram
emitidos em nome
de mulheres

89,4%

das famílias têm
uma renda familiar
inferior a um salário mínimo

53,9%

das famílias têm
uma renda familiar inferior
a metade de um salário mínimo

47,2%

das famílias
têm crianças
menores de 6 anos

14,6%

das famílias
têm uma pessoa
com deficiência

Números em destaque
 

6.871
Cartões emitidos e distribuídos

R$ 3.275.400,33
Sendo R$ 2 milhões aporte inicial da Fundação FEAC.

Números em destaque

O Mobiliza nesta edição também recebeu a doação de produtos de empresas do ramo alimentício, tecnologia, educação, entre outros.
Valor estimado doação de produtos: R$ 47.683,50

500
Peças de roupas

10.200
Máscaras descartáveis

14.000
Litros de água

1 Ton
De leite

1,4 Ton
De produtos de higiene

2,5 Ton
De alimentos

As doações 

O Mobiliza Campinas também contou com uma rede de solidariedade. Doações individuais, empresas, organizações, institutos e outra fundações também contribuíram com recursos e produtos para que mais famílias pudessem ser beneficiadas.

1.681
Doações realizadas por pessoas físicas

45
Empresas e organizações contribuíram

Beneficiados

6.871
Famílias beneficiadas

27.484
Pessoas beneficiadas

A DOAÇÃO CONTINUA

Escolha uma das opções abaixo e DOE.
Enviando seu comprovante para [email protected] você autoriza enviarmos
um e-mail de agradecimento em nome do comitê mobiliza campinas.

 

PIX

 (19) 98301-0041

Número exclusivo para a chave PIX. Não recebemos ligações/mensagens.

PAGSEGURO

BRADESCO

Transferência ou depósito para:

FEDERAÇÃO DAS ENTIDADES ASSISTENCIAIS DE CAMPINAS
CNPJ: 46.002.176/0001-83
BANCO: Bradesco
AGÊNCIA:3389
CONTA CORRENTE:0001541-5

Compartilhe e ajude milhares de famílias!

A FOME NÃO PODE ESPERAR!

Empresas que apoiaram essa campanha

Empresas que divulgaram essa campanha

Organizações parceiras

Perguntas frequentes

Esse ano o aporte inicial é menor comparado a 2020. Por isso, escolhemos diminuir o valor do benefício para R$120,00/mês alcançando o maior número de famílias possível. Nos preocupamos em garantir que o beneficiado tenha autonomia e condições de comprar itens da cesta básica e produtos de higiene e limpeza. Destacamos que para nos subsidiar na escolha do valor, realizamos uma pesquisa junto a outros projetos de segurança alimentar em todo o Brasil.

Diminuímos o período do benefício em razão da redução do valor apresentada no item 1.

Para a seleção das famílias, as instituições adotarão os seguintes parâmetros:

  • Preferencialmente mulheres, chefes de família;
  • Em um primeiro momento as que não recebem outros benefícios, auxílios ou participam de programas de transferência de renda;
  • Indivíduos ou famílias cujas moradias sejam precárias e estejam em áreas de risco, sem possibilidade de aquisição de recursos neste momento.
  • Famílias numerosas, com crianças na faixa etária inferior a 6 anos e/ou que tenham idosos (acima de 60 anos) acometidos de agravos de saúde;
  • Indivíduos e/ou famílias que não estão inseridos em programas de transferência de renda e que cujo(s) provedor(es) atuava(m) no mercado informal antes da pandemia;
  • Famílias onde o(s) provedor(es) perdeu(ram) o emprego durante a pandemia e que não tenha(m) direito ao seguro desemprego;
  • Famílias com gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças e adolescentes de 0 a 17 anos e que sofreram diminuição brusca de renda devido ao trabalho informal ou autônomo, afetados pela pandemia;
  • Famílias onde um de seus membros necessitam de atenção especial em função de alguma patologia e sofreram diminuição abrupta da renda;
  • Famílias e indivíduos que estão em situação de risco social e/ou com seus direitos violados, preferencialmente se houver agravo na situação de violência em decorrência da pandemia.
  • Famílias que estejam recebendo crianças, adolescentes e idosos provenientes de serviços de acolhimento (reintegração familiar).
  • Em um segundo momento, aqueles que estiverem recebendo o benefício, mas que continuam em situação de vulnerabilidade, no sentido de complementar os benefícios.

Para consultar a possibilidade de receber o cartão, você deverá entrar em contato com uma das organizações parceiras da rede Mobiliza Campinas que seja próxima a sua casa. Você pode consultar as organizações parceiras aqui na página em “Organizações Parceiras”.

Não, os cartões Sodexo 2020 já foram desativados. Caso você seja selecionado novamente, receberá um cartão de um novo operador.

Considerando que o cenário da pandemia de 2021 está mais grave do que no início da pandemia em 2020, foi necessário um novo olhar para os parâmetros de seleção para o atendimento de famílias em situação de extremíssima vulnerabilidade, exigindo uma nova edição e nova seleção.

A distribuição dos cartões começa dia 22 de março de 2020.

O benefício possui o prazo de 04 meses a partir do RECEBIMENTO do cartão. Exemplo: Se sua família receber em março a última recarga será em junho.

O Mobiliza Campinas é formado por um Comitê Executivo (responsável por planejar, executar, organizar e monitorar o projeto) e por uma rede composta por mais de 90 que aderiram ao projeto e pela sociedade civil através da contribuição financeira.

Como posso apoiar este projeto?

Toda a sociedade está convidada a participar deste projeto através da contribuição financeira, contribuição esta que permitirá que o movimento aconteça e beneficie mais famílias. A cada R$ 480,00 reais doado uma nova família será atendida.

Com o valor de 2 milhões conseguiremos beneficiar 4.166 famílias por 4 meses com o valor de R$ 120 por mês.

Os novos cartões serão emitidos conforme ocorrerem as doações.

Entrar em contato com a equipe pelo e-mail: [email protected]

Parâmetros de seleção das famílias pelas Organizações da Sociedade Civil

Preferencialmente mulheres, chefes de família;

Em um primeiro momento as que preferencialmente não recebem outros benefícios, auxílios ou participam de programas de transferência de renda;

Indivíduos ou famílias cujas moradias sejam precárias e estejam em áreas de risco, sem possibilidade de aquisição de recursos neste momento.

Famílias numerosas, com crianças na faixa etária inferior a 6 anos e/ou que tenham idosos (acima de 60 anos) acometidos de agravos de saúde;

Indivíduos e/ou famílias que não estão inseridos em programas de transferência de renda e que cujo(s) provedor(es) atuava(m) no mercado informal antes da pandemia;

Famílias onde o(s) provedor(es) perdeu(ram) o emprego durante a pandemia e que não tenha(m) direito ao seguro desemprego;

Famílias com gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças e adolescentes de 0 a 17 anos e que sofreram diminuição brusca de renda devido ao trabalho informal ou autônomo, afetados pela pandemia;

Famílias onde um de seus membros necessitam de atenção especial em função de alguma patologia e sofreram diminuição abrupta da renda;

Famílias e indivíduos que estão em situação de risco social e/ou com seus direitos violados, preferencialmente se houver agravo na situação de violência em decorrência da pandemia.

Famílias que estejam recebendo crianças, adolescentes e idosos provenientes de serviços de acolhimento (reintegração familiar).

Em um segundo momento, aqueles que estiverem recebendo o benefício, mas que continuam em situação de vulnerabilidade, no sentido de complementá-los.

Entre em contato

Leia mais sobre o movimento

Ouça nosso podcast

Ir ao Topo