Empoderar populações vulneráveis significa apoiá-las em seu processo de crescimento, construção de identidade, educação, participação social e de exercício da cidadania. É promover sua autonomia e oferecer oportunidades para que desenvolvam suas capacidades, de forma que consigam exercer seus direitos e superar as limitações causadas pela pobreza e por outras situações de vulnerabilidade.

A Fundação FEAC faz isso por meio dos seis programas desta dimensão, que reúnem projetos voltados para a proteção, o desenvolvimento integral e o bem-estar de crianças, jovens, pessoas com deficiência, adultos e idosos em situação de vulnerabilidade. São eles: Acolhimento Afetivo, Educação, Enfrentamento a Violências, Juventudes, Mobilização para Autonomia e Primeira Infância em Foco.

Imagem como garoto sorrindo em primeiro plano e o texto As três dimensões do trabalho da Fundação FEAC

Empoderamos pessoas Potencializamos territórios Impulsionamos organizações

Acolhimento Afetivo

O Programa Acolhimento Afetivo promove iniciativas que tenham como objetivo melhorar a qualidade dos serviços de acolhimento institucional mantidos por diferentes organizações na cidade de Campinas.

Com isso, busca minimizar o impacto dessa situação na vida das pessoas atendidas (crianças, adolescentes, adultos e idosos).

Educação

O Programa Educação viabiliza a execução de projetos direcionados para a melhoria da educação pública.

Eles podem envolver tanto a criação e implantação de estratégias e metodologias educacionais que assegurem a igualdade de oportunidades e mobilidade social, como a sensibilização e a mobilização da sociedade em prol de uma educação pública de qualidade.

Enfrentamento a Violências

O Programa Enfrentamento a Violências investe em iniciativas de caráter informativo e preventivo que buscam combater todas as formas de violência e mitigar seus impactos. O objetivo é desnaturalizar as violências relacionadas a gênero, idade, etnia e situação socioeconômica e promover a cultura de respeito às diferenças, empatia, tolerância e paz.

Além disso, o programa apoia as redes de proteção, acolhimento e atendimento às pessoas atingidas por essas violências.

Juventudes

O Programa Juventudes apoia a criação de espaços de participação e aprendizado social autogeridos por jovens para estimular seu protagonismo, autonomia e engajamento em ações voltadas ao seu desenvolvimento pleno.

Os principais eixos de atuação dos projetos são: acesso ao mundo do trabalho; autoproteção e redução dos comportamentos de risco; e incentivo à participação social e política.

Mobilização para Autonomia

O Programa Mobilização para Autonomia promove iniciativas que buscam a inclusão efetiva das pessoas com deficiência. Para isso, atuam na remoção de barreiras e criam condições para que elas tenham mais autonomia e possam exercer plenamente seus direitos na sociedade.

Os projetos são realizados em cinco eixos principais: Acesso e permanência de pessoas com deficiência no mercado de trabalho; Educação inclusiva e de qualidade para estudantes com deficiência; Incentivo ao convívio e pertencimento ao território; Cuidados em saúde para a pessoa com deficiência; Mobilização da sociedade e erradicação do preconceito em relação à pessoa com deficiência.

Primeira Infância em Foco

O Programa Primeira Infância em Foco incentiva projetos que promovam o pleno desenvolvimento de crianças de 0 a 6 anos. Isso é feito por meio de experiências associadas ao brincar e à formação de vínculos e da exploração de espaços seguros, estimulantes, desafiadores e acolhedores.

O programa também procura estimular o envolvimento e a participação das famílias, da rede social de apoio e das políticas públicas voltadas para a garantia dos direitos das crianças.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Os programas da Fundação FEAC estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), que propõem formas de solucionar os principais problemas econômicos, sociais e ambientais do mundo atual.

Na dimensão Empoderando populações vulneráveis, os programas relacionam-se aos seguintes ODS:

  • Acolhimento Afetivo – ODS 10 (Redução das desigualdades).
  • Educação – ODS 4 (Educação de qualidade).
  • Enfrentamento a Violências – ODS 5 (Igualdade de gênero) e ODS 16 (Paz, justiça e instituições eficazes).
  • Juventudes – ODS 3 (Saúde e bem-estar), ODS 4 (Educação de qualidade), ODS 5 (Igualdade de gênero), ODS 8 (Trabalho decente e crescimento econômico) e ODS 10 (Redução das desigualdades).
  • Mobilização para Autonomia – ODS 4 (Educação de qualidade), ODS 8 (Trabalho decente e crescimento econômico) e ODS 10 (Redução das desigualdades).
  • Primeira Infância em Foco – ODS 3 (Saúde e bem-estar) e ODS 4 (Educação de qualidade).